segunda-feira, 26 de maio de 2014

Aparando Arestas


E aí, pessoal, como foi essa semana de estudos?

Infelizmente, a minha não foi tão boa quanto eu esperava. Não consegui seguir todo o meu planejamento e isso foi muito frustrante... Percebi, com a ajuda do livro “A Formação do Hábito de Estudo” (já indiquei aqui no blog), que programar como horário de estudo todo e qualquer tempo livre que dispomos é um grande erro. Na hora de montar minha tabela eu não considerei o tempo que perco com coisas “bobas” como alimentação, deslocamento, descanso, etc. Então, meu rendimento da semana foi bem abaixo do que eu esperava. 
E, então, como resolver isso?

Segundo o autor do livro, Fábio Ribeiro Mendes, é necessário colocarmos na tabela todas as atividades que desenvolvemos durante o dia, para que se tenha o retrato mais fiel possível da nossa rotina. Tendo a exata noção de tudo o que fazemos durante o dia (e quanto tempo despendemos em cada atividade), fica mais fácil programar os estudos.

A tabela mais adequada é a dividida de meia em meia hora, com os sete dias da semana. O preenchimento da tabela deve ser feito assim: 1) aulas do colégio/faculdade e trabalho; 2) refeições; 3) outros compromissos (médico, academia, etc.); 4) lazer; 5) deslocamentos e preparação para atividades; 6) descanso e horas de sono; 7) estudo em casa. Essa ordem não significa que algumas atividades são mais importantes que outras, mas sim que algumas dependem de outras para que se realizem. Vejamos como marcar cada uma dessas atividades na tabela:

1 – Aulas e Trabalho
É interessante termos a maior exatidão possível no preenchimento dessas duas atividades. Se houver algum intervalo, é interessante que ele conste separado na tabela, como atividade de descanso e sono.
2 – Refeições
As refeições são atividades simples, mas que tomam um certo tempo do nosso dia. Não subestime a importância de marcar essas atividades na tabela. Ah, e marque também os horários em que costuma fazer lanches. Não precisa ser um horário exato, mas aproximado.


3 – Outros Compromissos
São as atividades que tomam o que seria nosso tempo livre, mas que não são considerados lazer (academia, médico, cursos regulares, cuidar do cachorro, arrumar a casa, etc.).
4 – Lazer
Mesmo com uma rotina cheia de compromissos, precisamos de momentos de lazer. Não confunda lazer com descanso. Lazer pressupõe uma atividade que traz prazer e sem a qual você fica triste, sentindo falta de algo.
5 – Preparação e deslocamento
Nós não percebemos, mas essas duas atividades tomam um tempo valioso do nosso dia. Inclua o tempo que você leva para se deslocar nas atividades fora de casa (ida e volta). Marque também as atividades realizadas com vistas a outras (arrumar-se para sair de casa, preparar o jantar, etc.).
6 – Descanso e Sono
O sono deve ser marcado antes do descanso. Não esqueça que uma boa noite de sono é crucial para manter a concentração durante o dia. Oito horas por dia, em média, são suficientes. Fixe o horário de ir dormir com base no horário que precisa acordar. Por exemplo: alguém que precisa acordar às 8h deve dormir às 00h. Já o descanso são os momentos de pausa em nossas atividades, para “tomar fôlego”.


7 – Estudo em Casa
Por fim, o mais importante! Após marcar todas as tarefas anteriores, teremos alguns espaços em branco na nossa tabela. É ali que devem ser marcados os horários de estudo. Reserve um tempo desses horários também para a preparação do estudo (separar materiais, organizar a mesa de estudos, etc.). Para quem não tem o costume de estudar em casa, o ideal é começar aos poucos: duas sessões de estudo de 1h30 por semana (ou apenas uma sessão de 2h). Independentemente da quantidade de horas reservadas para o estudo, deve-se separar 30 minutos para a preparação dos materiais. Além disso, é aconselhável  que se faça um intervalo de 30 minutos a cada 1h30min ou 2h de estudo.

Comecei a fazer a minha tabela ontem, mas não tenho a imagem para disponibilizar aqui (desenhei ela a mão mesmo). Se fizer ela no computador depois, mostro para vocês.
Isso que transcrevi aqui em cima é um resumo bem raso do que o autor traz no livro. Assim, aconselho a leitura do livro, que trata o assunto de forma aprofundada. De qualquer forma, se algo não tiver ficado claro, é só perguntar nos comentários que responderei com o maior prazer.

Bons estudos!
Caroline Boff Web Developer

Morbi aliquam fringilla nisl. Pellentesque eleifend condimentum tellus, vel vulputate tortor malesuada sit amet. Aliquam vel vestibulum metus. Aenean ut mi aucto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário